Acesse sua conta

Login

Saiba A Importância De Se Fazer Um Planejamento Sucessório

Saiba a importância de se fazer um planejamento sucessório

O que é o planejamento sucessório?

O planejamento sucessório é uma técnica jurídica, onde se define a sucessão patrimonial antes mesmo da morte. É nesse procedimento que se discute e registra a forma legal da transferência dos bens, que será realizada após o falecimento de um indivíduo. É uma etapa de grande importância para manter o funcionamento de uma empresa familiar, muito comuns no mercado brasileiro, após a morte de seu sócio administrador. Isso porque, erros podem vir a ocorrer se um herdeiro for despreparado e tomar atitudes equivocadas, prejudicando a continuidade e crescimento do negócio.

Quando pode ser feito e como fazer?

Muitas pessoas pensam que o planejamento sucessório só deve ser feito quando já temos uma idade avançada, mas não é bem assim. Sucessão Patrimonial deve ser pensada a partir do momento em que se desenvolve uma atividade lucrativa.

Porém, temos que ter cuidados ao fazer determinado planejamento, pois cada caso é um caso, sendo necessária uma análise de consultoria jurídica capacitada no assunto. É preciso levar em conta diversos fatores, tais como: o patrimônio e as dívidas existentes, o organograma familiar e os conflitos familiares, o regime de casamento das pessoas principais, os processos judiciais em curso, os negócios e empresas operacionais, os propósitos de vida daqueles que constituíram o patrimônio e de seus herdeiros, entre outros.

Quais as formas de fazer um planejamento sucessório?

Há três formas de se fazer um planejamento sucessório, sendo elas: o testamento. onde é permitido que o agente realize a distribuição de seus bens e beneficie quem ele quiser, na proporção que achar mais conveniente; Holding família, que controla o patrimônio de todos que fazem parte daquele grupo de empresas familiares; Doações em vida, uma prática que pode ser desvantajosa pela possibilidade de haver discussões entre os herdeiros, além do Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD),

Vemos que o planejamento sucessório possui muitas vantagens, garantindo organização e proteção dos bens e evita futuros problemas em relação aos herdeiros.

Fale com a Ouvidoria