Acesse sua conta

Login

Template—2º Tabelionato Juazeiro

Cartórios digitais

A pandemia renovou o modo de trabalho dos cartórios

Casamento por videoconferência, protesto de dívidas, cancelamento de títulos
e registro de documentos feito de forma digital e online. Após um ano de
pandemia no Brasil, os cartórios, que estão entre os serviços mais tradicionais
do País, se tornaram digitais.
Como fazem parte dos serviços essenciais, os cartórios permanecem com
suas instalações físicas abertas e em funcionamento. No entanto,
disponibilizaram novas formas de atender o cidadão impossibilitado de se
locomover.
A autenticidade, fé pública e segurança jurídica passaram a fazer parte
também do mundo virtual. Aos poucos, os serviços tradicionais estão se
modernizando e facilitando os procedimentos para os cidadãos.
Pandemia estimulou a utilização dos serviços digitais
Os cartórios de notas e registros brasileiros viram a pandemia estimular as
autoridades a avançarem na regulamentação dos serviços digitais, a
reivindicação era antiga do setor, mas encontrava muita resistência dos órgãos
fiscalizadores.
Sendo um serviço essencial para atos como nascimento, casamentos e mortes,
os cartórios de registro civil viram um disparo nas solicitações de certidões
eletrônicas durante a pandemia. Houve um aumento nos pedidos eletrônicos
nos 7.640 cartórios brasileiros.
Os casamentos também deixaram de ser exclusivamente presenciais em
diversos estados do país, após normas autorizando celebrações via WhatsApp,
vídeo chamada, Zoom e outros aplicativos virtuais.
De acordo com o Provimento nº 100 publicado pelo Conselho Nacional de
Justiça (CNJ), em junho de 2020, toda a prática de ato notariais foi reformulada
e foi possível que praticamente quase todos os atos migrassem para o mundo
virtual.
Assim, escrituras de compra e venda de imóveis, divórcios, doações e até
inventários podem ser feitos por meio de uma plataforma única que integra
tabeliães de notas de todo o país, o e-Notariado.
Para entrar basta acessar o site www.e-notariado.org.br.
Mais de 70 mil atos notarias eletrônicos já foram feitos no Brasil.
Fonte: Folha Estado de Minas

Fale com a Ouvidoria